UN-Habitat e DiMSUR introduzem a metodologia da ferramenta CityRAP em Moroni

4 de maio 2017 –Cerca de 40 participantes da União dos Comoros foram treinados à metodologia da ferramenta CityRAP na cidade de Moroni com a equipa do UN-Habitat e do DiMSUR em um curso intensivo de 5 dias na semana passada. “Desta vez o CityRAP será implementado na área da Grande Moroni, integrando as municipalidades limítrofes, é uma experiência nova”, conta a especialista do UN-Habitat Moçambique, Chiara Tomaselli, que ministrou o curso em Moroni.

Vista aérea de Moroni, Comoros. Foto: Felix Vollmann.

A formação contou com 40 participantes, entre os quais, técnicos municipais e do governo central, funcionários dos ministérios, de unidades de gestão de risco e do serviço de segurança civil.

Esta nova experiência do UN-Habitat e do DiMSUR mostra a capacidade de adaptação a diferentes realidades urbanas e contextos socioeconómicos da ferramenta CityRAP. Para ser implementada na Grande Moroni, o CityRAP vai fazer um trabalho de integração dos governos locais com o governo central, que ainda dispõe das prerrogativas em termos de planificação urbana, gestão de risco de desastres e adaptação às mudanças climáticas.

Exercício de planeamento participativo. Foto: Felix Vollmann.

“As instituições são muito recentes. Esperamos que esse processo vá contribuir para reforçar as capacidades institucionais desses municípios novos”, explica Chiara Tomaselli.

Participantes durante o curso. Foto: Felix Vollmann.

A formação da ferramenta CityRAP visa capacitar os funcionários municipais para que eles possam desenvolver o Quadro de Acção para a Resiliência da Grande Moroni. Os dois primeiros dias do curso se concentraram na apresentação dos conceitos de resiliência urbana, redução do risco de calamidades e adaptação as mudanças climáticas. No terceiro dia, foram feitos os exercícios de mapeamento e planeamento participativo. Finalmente, durante os dois últimos dias os treinadores trabalharam com um grupo de 7 pontos focais, eleitos entre os participantes e que serão os responsáveis pela implementação da ferramenta CityRAP, com o apoio da equipa do UN-Habitat e do DiMSUR.

Mais participantes do curso intensivo sobre a ferramenta CityRAP em Moroni. Foto: Felix Vollmann.

Após o término do treinamento intensivo, os pontos focais escolhidos irão liderar o processo da colecta de dados, o mapeamento participativo dos bairros mais vulneráveis, a priorização dos problemas, e a elaboração do Quadro de Acção para a resiliência urbana da cidade com o apoio da equipa do UN-Habitat,  DiMSUR e a colaboração  dos ministérios pertinentes.

Grupo durante o mapeamento participativo. Foto: Felix Vollmann.

Grupo de participantes da semana de treinamento na metodologia CityRAP. Foto: Felix Vollmann.

 

> Leia esta matéria em francês

> Saiba mais sobre a ferramenta CityRAP em países da África lusófona